terça-feira, 30 de outubro de 2012

Como organizar sua vida financeira de uma vez por todas - Final

Hoje eu vou falar sobre o último passo que eu dei, para organizar minha vida financeira, vamos lá?

13. Planeje o futuro.
Alguma vez você parou para pensar sobre o seu futuro? Não daquele jeito "Ah, um dia vou ter uma casa na praia!", mas no sentido mais real, do tipo "Em 2020 eu vou ter uma casa na praia totalmente quitada!". Sentiu a diferença?
A dois anos atrás eu tive problemas em um emprego, onde eu fui agredida por uma outra funcionária. No desespero da situação, eu sai do lugar e já cai em outra empresa, onde passei por uma situação parecida. Quando eu me retirei dessa segunda empresa eu fiquei com uma leve crise de pânico. Não conseguia voltar a trabalhar. Então, 8 meses depois, eu comecei a trabalhar no salão de cabeleireiro, numa espécie de período sabático. E foi quando eu consegui organizar minhas idéias e enxergar o que eu quero/espero do futuro. Eu sei, por exemplo, com que idade quero ter filhos, em que tipo de empresa quero trabalhar, quanto quero ter de renda, quais compromissos faço questão de assumir, que tipo de pessoas quero que façam parte da minha vida, etc etc etc. Tendo isso em mente eu sentei e planejei meu futuro. Vocês podem, inclusive, conferir um pouco desse planejamento aqui. Porque isso é importante? Porque te dá um propósito. Porque quando você possui dívidas, você precisa saber que o futuro vai trazer coisas boas. É a luz no fim do túnel.
"Mas isso é ridículo, não podemos planejar o que vai acontecer na nossa vida!" Sim, eu sei. Inclusive, a maioria das pessoas pensa assim. Mas isso é mentira, porque nós podemos nos organizar e trabalhar para que as coisas aconteçam do jeito que esperamos. Tenha um plano A, um plano B e um plano C. Cogite a hipótese de surgir uma doença grave, ou um acidente, ou mesmo uma perda de renda. Mas não deixe de planejar. Você não tem como prever que vai dar tudo certo, que você vai estar vivo e saudável daqui a um mês, por isso mesmo trabalhe HOJE para organizar sua vida, deixe instruções para caso aconteça o pior.
Por exemplo, hoje, para mim, o pior cenário possível seria uma gravidez. ("Ah, mas um filho é uma benção!" Tá, vocês entenderam o que eu quis dizer!). Eu estou desempregada, começando uma faculdade em 2013, tenho 22 anos, sonho em conhecer a Disney e me casar em 4 anos, e só quero ter filhos daqui a 10 anos! Uma gravidez, hoje, seria um caos. Certo? Errado. Porque eu tenho um plano B. Se eu engravida-se hoje, eu saberia como salvar a situação. Porque eu tenho planos.
Eu aprendi a duras penas como nossa vida pode mudar do dia para a noite. As vezes uma curva errada no meio do caminho pode deixar consequências que duram anos. Então, hoje mesmo, por pior que sua situação esteja, pare, sente-se, e planeje. Mas como fazer isso?

  1. Fique sozinho, num lugar tranquilo e que te permite pensar;
  2. Zere sua ficha: se você estivesse livre de tudo, e pudesse qualquer coisa, como você queria que sua vida estivesse?;
  3. Pegue uma folha de papel e comece a escrever tudo que vem na sua cabeça, não se importe com ordem, cronograma. Só coloque no papel. Não vão ser muitas coisas, normalmente são umas 5, depois disso a gente trava. Ajuda se você analisar por áreas: relacionamentos, finanças, família, saúde, carreira, estilo de vida, etc;
  4. Imagine o quadro todo: crie um panorama, uma visão completa. Se deixe preencher pelo sentimento de realização;
  5. Agora sente-se, pegue um caderno, muitas canetas, e liste suas próximas ações para realizar seus sonhos. Quer viajar todo ano? O que você precisa fazer para isso acontecer? Quer um carro do ano?  Quer que seus filhos façam uma boa faculdade? Quer ter um plano de saúde bom? Quer comprar uma casa? O que você quer?
Mas agora um aviso importante: nós fomos criados para seguir um roteiro. Cresça, arrume um emprego, compre um carro,  case-se, tenha filhos, compre uma casa na praia/campo, pague a faculdade dos seus filhos, veja seus filhos casarem, mime seus netos, fique trancado em casa morrendo de tédio na aposentadoria, reclame da previdência social, morra. Que tal quebrar o roteiro? Mudar o script? Pensar fora da caixa? Seguir o roteiro não é garantia de felicidade. Não se deixe levar pelos conceitos sociais do que você deve fazer. Tendo você 20, 30, 40, 50, 60, sempre dá tempo de fazer algo diferente. Aproveite sua vida, não deixe de correr atrás do que você gosta por causa do que os outros pensam. Seja egoísta, isso não é uma coisa horrenda. Pense em você, na sua felicidade. Eu vejo minha mãe, reclamando da vida e de como ela se sente inútil por não ter feito nada de grande da vida dela. Por ter feito o que esperavam dela e agora? Agora ela amarga todas as vezes que deixou a vida passar sem ter feito o que ela queria. Agora, ela, com 50 anos, pensa que vai morrer em dez. Só sabe pensar em doença, em dor, em perda, em ficar na desgraça, em viver sem dinheiro. Ela vive esperando tudo ficar pior, pior e pior. E ela é tão nova. Parando para pensar, ela deve ter uns 30 anos ainda pela frente, e em 30 anos dá para se fazer muitas coisas.
Pense no seu futuro. Planeje-o.
14. Informe-se.
Eu recomendo a leitura de livros sobre finanças. Os que me ajudaram mais foram:



Leituras fáceis, simples e muito informativas. Não pague mais de R$20 em cada livro, ok? Eles custam no máximo isso. E assim eu termino a série sobre finanças, ou melhor dizendo, a lista do passo a passo que eu segui para organizar as minhas finanças. Eu vou continuar falando sobre o assunto, então fiquem ligados! Obrigada para quem acompanhou, quem leu, quem riu e quem pensou "nossa, que bobeirada!".

5 comentários:

  1. Tati, eu estou lendo o segundo livro. E tenho a mesma opinião que você. Eu e o marido planejamos e pelo menos até agora conseguimos executar.
    Beijos e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é assim mesmo Dai, só acha que não funciona quem nunca se esforçou para planejar as coisas! E o Gustavo Cerbasi é ótimo, principalmente por que ele entende o ritmo do brasileiro!
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Era justamente o que eu precisava ler hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Amanda!
      Espero que tenha te dado um help!

      Beijos

      Excluir
  3. Olá, sou ótima em destralhar e organizar a vida das amiga, mas agora preciso de grana e gostaria de dicas de como cobrar por esse serviço e tal, acabei de achar seu blog e já gostei do pouco que vi, vou te seguir e descobrir mais pérolas... Visite o meu qdo desejar... Um livro bom que li, sobre finanças, foi o Guia de finanças para mulher moderna, custa em média 15,00, mas comprei numa feira por 5, novo, e devorei numa tarde, muito bom, fininho e bem explicado... bjkas
    www.moprendada.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não comente como Anônimo! Se você não possui uma conta para comentar, é só escolher a opção "Nome/URL" no campo "Comentar como" e colocar seu nome! :)